News

Donald Trump acusa imunologista da Casa Branca de ser “alarmista”

O presidente norte-americano apelidou o imunologista da Casa Branca, Anthony Fauci, de “alarmista” depois de na semana passada o especialista ter alertado para um aumento de tensões entre a equipa de Fauci e o staff da Casa Branca.

Numa entrevista à “Fox News Sunday”, divulgada este domingo, Trump defendeu ter uma relação “muito boa” com Fauci apesar dos comentários, publicações e revelações que têm sido feitas nos últimos dias por membros da administração da presidência.

Anthony Fauci sobre os ataques da Casa Branca: “Esforços para me descredibilizar só prejudicam o presidente”

“O Dr Fauci já cometeu alguns erros, mas eu tenho uma relação muito boa com ele. Tive uma conversa muito longa com ele ontem. É um bocado alarmista, mas tudo bem”, comentou Donald Trump.

Durante a mesma entrevista, Trump listou uma série de “erros” cometidos pelo imunologista , incluindo a sua considerações inicial sobre o uso de máscaras. Nessa altura, Fauci pedia aos norte-americanos que não comprassem máscaras do tipo N95 porque são de extrema necessidade dos profissionais de saúde. Agora, defende fortemente que o público use algum tipo de cobertura facial e, na semana passada, chegou mesmo a alertar os governadores e presidentes de câmara a serem “o mais rigorosos possível” quanto à utilização de máscaras.

O inquilino da Casa Branca aproveitou o momento para admitir que ele próprio já cometeu alguns erros na resposta ao coronavírus, acrescentando, porém, que “eventualmente, estaria certo”. Quando o apresentador Chris Wallace perguntou se os erros de Trump o descredibilizavam, o presidente disse que não pensava assim, alegando que “provavelmente estava mais certo do que qualquer outra pessoa”.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos e mais casos de infeção confirmados por Covid-19. Só nas últimas 24 horas, segundo um balanço da Universidade Johns Hopkins, registaram 514 mortos e 63.872 novos casos de Covid-19.

Desde o início da epidemia no país, registaram-se 3.762.081 casos da doença provocada pelo novo coronavírus, enquanto o total de óbitos é de 140.474. Nos últimos seis dias, os Estados Unidos registaram mais de 60 mil novos casos por dia, com um máximo de 77.638 novas infeções na sexta-feira.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.